Design Thinking e Lean Inception

O alinhamento perfeito para construir produtos mínimos viáveis (MVPs) de maneira enxuta, alinhada e desejáveis pelas pessoas.

Atualmente, existem metodologias e abordagens permeando as salas das empresas e o mindset de suas equipes. Cada uma, desempenhando um papel fundamental em um determinado momento da jornada de ideação, construção e entregas de soluções.

Elas auxiliam as equipes na descoberta, alinhamento, foco e gestão para a concepção de produtos e serviços, que estão destinados a atender as necessidades ou resolver os problemas dos clientes.

Neste post, quero dar foco na abordagem do Design Thinking e no método Lean Inception, pois entendo que ambas são complementares na definição das soluções a serem desenvolvidas.

Atuar com Design Thinking e Lean Inception, fez-me perceber como elas se conectam e interagem entre si, entregando valor e alinhamento na concepção de produtos e serviços.

O Design Thinking, é uma abordagem humanística, centrada no ser humano, e direciona o entendimento do que as coisas significam para as pessoas para criar produtos e serviços como este significado.

A abordagem inicia com o entendimento de um dado problema e passa pela identificação dos perfis através de seus comportamentos, necessidades e modelo mental.

É a busca do que realmente tem valor para as pessoas e de como elas resolvem seus problemas.

Todo repertório adquirido, através do trabalho de descoberta e definição, gera insumos e insights para as etapas de ideação, prototipação e teste.

Ao final é possível saber O QUE será preciso construir, com valor percebido e PARA QUEM.

Estes dois pontos, são pré-requisitos pra iniciar a Lean Inception.

A Lean Inception conduz a equipe no alinhamento do MVP (produto mínimo viável), como a definição da visão do produto e seus objetivos, as funcionalidades que devem existir, o nivelamento e o sequenciamento das funcionalidades e a consolidação de cada MVPs (Canvas MVP).

É um conjunto de atividades para criar o produto e serviço para os ususarios (pessoas) definido com o Design Thinking, de forma enxuta sem desperdício de tempo, dinheiro e esforço e gerando alinhamento da equipe.

Um fator interessante é que o método Lean Inception, utiliza o Design Thinking (aprender para construir) conectado com a Lean Startup (construir para aprender). Ou seja, o pensamento do design permeia a metodologia. E isto casa muito bem com o conceito de design.

Na sua tradução, Design Thinking é o pensamento do design. Ou seja, a maneira com que o designer pensa. E por isto, mais do que estética como estamos acostumados, design é uma atitude, uma forma de pensar, e não deve ser confundido como uma profissão ou ferramenta.

Colocar o ser humano no centro para criar as soluções, deve ser um mindsetde qualquer pessoa, para permitir sua aplicação natural ao longo de qualquer projeto para criar produtos e serviços.

A Lean Inception conectada ao Design Thinking é o alinhamento perfeito para construir produtos mínimos viáveis (MVPs) de maneira enxuta, alinhada e desejáveis pelas pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *